Passe a receber informação de referência regularmente no seu computador. Subscreva.

Subscreva as nossas newsletters e mantenha-se atualizado sobre as oportunidades de investimento e parceiros de negócio através do Programa InvestEU.


Janeiro 2019


Your Banner Image


Centro Europe Direct Região Beira Interior

Serviço de informação comunitário, sediado na Escola Profissional do Fundão, entrou em funcionamento no dia 1 de janeiro de 2018.

O Centro de Informação Europe Direct Região Beira Interior é atualmente um dos 19 Centros de Informação selecionados pela Representação da Comissão Europeia em Portugal para integrar a rede de informação europeia Europe Direct.

Em traços gerais o centro de informação Europe Direct Região Beira Interior tem como objetivos permitir que os cidadãos disponham de informação, orientações e respostas a questões sobre as instituições comunitárias, legislação, políticas, programas e possibilidades de financiamento da União Europeia, promover o debate sobre a União Europeia e as suas políticas, a nível local e regional, de forma ativa, facilitar a difusão da informação adaptada à escala regional e local, por parte das instituições europeias e dar oportunidade ao público para enviar perguntas, opiniões e sugestões às instituições da União Europeia.

Esta estrutura de informação europeia disponibiliza diariamente aos cidadãos, instituições e comunidade local uma informação de base sobre a União Europeia, as suas políticas e os seus programas, publicações oficiais e documentação para consulta, contribuindo, assim, para a construção duma verdadeira Europa dos Cidadãos. É um serviço de atendimento personalizado e totalmente gratuito.

Saber mais

Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores

Esta iniciativa da Comissão Europeia é destinada a docentes da Educação Pré-Escolar, do Ensino Secundário, Ensino Superior e da Educação de Adultos, incluindo formação geral e profissional, educação especial e contextos de aprendizagem não formal.

Disponibilizado em português, o Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores apresenta 22 competências, organizadas em seis áreas: Envolvimento Profissional, Recursos Digitais, Ensino e Aprendizagem, Avaliação, Capacitação dos Aprendentes e Promoção das Competências Digitais dos Aprendentes.

Trata-se de um modelo de progressão para ajudar os docentes a avaliarem e desenvolverem as suas competências digitais. Este referencial pretende ainda ajudar os Estados-Membros na promoção das competências digitais dos seus cidadãos, impulsionando a inovação na Educação.

Com base no DigiCompEdu, foi também desenvolvida uma Ferramenta de Autorreflexão para docentes de diferentes níveis de ensino, permitindo aprender mais sobre os pontos fortes pessoais e as áreas onde é possível melhorar a utilização que se faz das tecnologias digitais para o ensino e a aprendizagem.

O POCH apoia, através do seu Eixo de Intervenção para a Qualidade e Inovação do Sistema de Educação e Formação, projetos de melhoria do acesso às TIC, bem como a sua utilização, por via do desenvolvimento de projetos de inovação pedagógica e didática que envolvam a utilização destes recursos em contexto educativo e formativo, reforçando quer as competências dos agentes educativos, quer dos próprios alunos e formandos.

Saber mais

Eu Voto.

Eleições Europeias 2019

 

Em Portugal, as eleições europeias vão realizar-se a 26 de maio de 2019. A partir dos 18 anos de idade, todas as pessoas têm direito de voto. Verificadas certas condições, é possível votar no estrangeiro.

Em 2019, os eleitores serão eleitos 21 eurodeputados, ou seja, o mesmo número do que nas eleições de 2014.

Os eleitores em Portugal devem votar na assembleia de voto que corresponda à área da sua residência. Para saber onde votar, consulte a sua comissão recenseadora (Junta de Freguesia) ou envie um SMS para 3838, escrevendo a mensagem RE <espaço> número de identificação civil <espaço> data de nascimento no formato AAAAMMDD.

Saber mais

O Serviço das Publicações da União Europeia

O serviço «Publicações da UE», criado em 1952, é uma livraria em linha e um arquivo das publicações produzidas pelas instituições e agências da União Europeia, gerida pelo Serviço das Publicações da União Europeia, com sede no Luxemburgo.

Trata-se de um serviço interinstitucional cuja missão é assegurar a edição das publicações e gestão de bases de dados das instituições europeias.

Poderá também obter publicações gratuitas no espaço dedicado aos professores no portal Europa: Material didático sobre a União Europeia.

Para além do Espaço Público Europeu, pode ainda obter ou consultar documentação no Centro de Informação Europeia Jacques Delors, em Lisboa, ou nos vários Centros de Documentação Europeia e Centros Europe Direct existentes em Portugal.

Saber mais

BREXIT

Uma incógnita!

Em 29 de março de 2017, o Reino Unido notificou formalmente o Conselho Europeu da sua intenção de deixar a UE. Quais as negociações? Como tudo se está a processar?

A cronologia que se infra dá uma panorâmica das negociações sobre o Brexit.

Saber mais

20 anos de moeda única

Parlamento assinala aniversário

Lançado há 20 anos, o euro trouxe benefícios tangíveis a pessoas e empresas em toda a UE. A cerimónia no hemiciclo do Parlamento em Estrasburgo, a 15 de janeiro, marcou o acontecimento.

O euro foi introduzido no início de 1999, primeiro em formato eletrónico na banca e pagamentos, e três anos depois sob a forma de notas e moedas.

A moeda comum tornou mais fácil para as pessoas comparar os preços além-fronteiras, fazer compras e viajar, e fazer economias em uma moeda estável. Abriu, também, mais oportunidades para as empresas, pois os custos e a incerteza de lidar com as taxas de câmbio oscilantes desapareceram.

O euro é, atualmente, a moeda oficial em 19 países da União Europeia (UE). Desempenha, igualmente, um importante papel internacional: em 2017, foi utilizado em 36% dos pagamentos internacionais, perdendo apenas para o dólar dos EUA (que foi utilizado em 40% dos pagamentos).

Saber mais